A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

Melhores ônibus de Porto Alegre servem o Fórum

Prefeitura coloca 12 ônibus novos em linha especial para o evento

Ar-condicionado para dar conta do calor insuportável de mais de 35 graus. Câmeras de vídeo registrando todos os movimentos de quem está dentro. Garantia de acesso a pessoas com deficiência física. Funcionários especialmente treinados para atender o público. Cesta de lixo bem localizada e até poemas pendurados nas janelas. Não estamos falando nem de shopping center, nem de restaurante de luxo – são assim os ônibus urbanos da linha “Fórum”, criada para atender os participantes do 3º Fórum Social Mundial.

Esta é a primeira vez que a Prefeitura cria uma linha para o Fórum, que foi realizado também em Porto Alegre em 2001 e 2002. Ao todo, são 12 ônibus recém adquiridos pela Carris, empresa pública de transporte urbano de Porto Alegre. Os veículos são movidos a gás natural (poluem menos que a frota a diesel) têm câmbio de transmissão automática e contam com bancos almofadados para os passageiros.

A empresa orientou os trabalhadores sobre os principais locais de atividade do Fórum. Os motoristas foram instruídos para não dirigir com pressa. Assim, os turistas podem conhecer melhor a cidade. A cobradora Elisa Reis, que normalmente trabalha em uma linha comum, está gostando do novo itinerário. Além do contato com os turistas, a própria idéia do fórum lhe agradou. “Se tiver tempo, pretendo participar de alguma coisa.”

O itinerário da nova linha foi planejado especialmente para o encontro. Os ônibus fazem o caminho mais curto entre a Usina do Gasômetro, o Acampamento da Juventude, o Anfiteatro Pôr-do-Sol, o Gigantinho, a PUC e o Armazém. Duas linhas circulares, uma seguindo em sentido horário e outra em anti-horário. Passando pelos principais corredores de ônibus da capital gaúcha, uma volta completa pela cidade leva cerca de 50 minutos, e o tempo de espera pelo ônibus não passa de 25 minutos.

O serviço de primeiro mundo, no entanto, ainda pode ser melhor organizado. Os passageiros devem ficar especialmente atentos nas proximidades do Gigantinho, porque tanto os ônibus que vão da PUC para o Centro como os que vão no sentido inverso passam pelo mesmos pontos. Nesta região, nunca é demais perguntar ao motorista o itinerário do ônibus.

Os carros da nova linha começaram a circular domingo, 19, e deixam de operar quarta-feira, 29, um dia depois do encerramento do evento. A viagem custa R$ 1,25, o mesmo preço das outras linhas. Dúvidas, sugestões e reclamações podem ser feitas pelo telefone da Carris: 0800-999-855.

Thiago Guimarães


Apoie a Repórter Brasil

saiba como