A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

Estudo mostra os “proprietários do Brasil”

As ONGs Instituto Mais Democracia e Cooperativa EITA divulgaram um estudo que mostra o poder econômico dos grupos privados que atuam no Brasil. Com base na pesquisa, foi elaborado o ranking “Proprietários do Brasil”, que considera as ações ordinárias (com direito a voto) que uma empresa possui sobre outras, além das receitas das maiores empresas do país. Segundo os realizadores, com esses dados é possível descobrir a capacidade que cada empresa tem de influenciar os investimentos dos governos. O objetivo é fortalecer a democracia no Brasil que, para o projeto, só será “verdadeira” quando a sociedade conhecer “as estruturas de poder econômico do setor privado e suas influências nas orientações de estratégia econômica e de desenvolvimento”. O estudo conclui que as “conexões entre o Estado e os grupos privados alimentam uma elevada concentração de poder econômico”. O ranking pode ser conferido em www.proprietariosdobrasil.org.br.

As ONGs Instituto Mais Democracia e Cooperativa EITA divulgaram um estudo que mostra o poder econômico dos grupos privados que atuam no Brasil. Com base na pesquisa, foi elaborado o ranking “Proprietários do Brasil”, que considera as ações ordinárias (com direito a voto) que uma empresa possui sobre outras, além das receitas das maiores empresas do país.

Segundo os realizadores, com esses dados é possível descobrir a capacidade que cada empresa tem de influenciar os investimentos dos governos. O objetivo é fortalecer a democracia no Brasil que, para o projeto, só será “verdadeira” quando a sociedade conhecer “as estruturas de poder econômico do setor privado e suas influências nas orientações de estratégia econômica e de desenvolvimento”.

O estudo conclui que as “conexões entre o Estado e os grupos privados alimentam uma elevada concentração de poder econômico”.

O ranking pode ser conferido em www.proprietariosdobrasil.org.br.

Quem são os proprietários do Brasil?


Apoie a Repórter Brasil

saiba como