A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

Ajude a investigar as grandes marcas

A Repórter Brasil denuncia as empresas que exploram o trabalho escravo e cometem outras violações graves. Nossa equipe precisa da sua ajuda.

Quer comprar roupas com a garantia de que não foram feitas por escravos?

zara

Oficina de costura flagrada com trabalho escravo em 2011 fornecia para a Zara (Foto: Repórter Brasil)

 

Comer um bife sem temer que funcionários sofreram acidentes nos frigoríficos?

lamina2

Cena do documentário “Carne Osso”, da Repórter Brasil, sobre acidentes de trabalho em frigoríficos

 

Ligar a luz sem pensar que as hidrelétricas expulsaram moradores de sua terra?

Destruição causada por Belo Monte em ilha habitada por pescadores do rio Xingu, Para (Foto: Repórter Brasil)

Destruição causada por Belo Monte em ilha habitada por pescadores do rio Xingu, Para (Foto: Repórter Brasil)

Então ajude a Repórter Brasil a investigar e denunciar as empresas que desrespeitam os trabalhadores, os povos indígenas e o meio-ambiente.

Não só você, mas todo o Brasil vai saber o que elas fazem (ou não) para merecer a sua confiança.

Apoie com uma doação mensal













Como seu dinheiro será usado

Todo o dinheiro será investido em investigações sobre como os grandes setores violam direitos trabalhistas, impactam o ambiente e comunidades locais. As informações da Repórter Brasil são usadas há 14 anos para combater o trabalho escravo e promover a dignidade de milhões de brasileiros. Conheça nosso jornalismosaiba tudo sobre nossa instituição.

Os apoiadores receberão, no início de cada ano, um relatório digital mostrando como a Repórter Brasil aplicou o seu dinheiro, e um balanço feito por uma empresa independente de auditoria.


Apoie a Repórter Brasil

saiba como

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *