Informações sobre o uso do XML para base de dados sobre a “lista suja”

A Repórter Brasil mantém um sistema de XML com todos os dados atualizados do cadastro de empregadores flagrados com mão de obra análoga à de escravo, a chamada “lista suja” do Ministério do Trabalho e Emprego e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. O XML pode ser usado para atualizar qualquer banco de dados ou tela de consulta ou mesmo exibir as informações da “lista suja” de forma automática em qualquer página.

Esse XML pode ser acessado por meio do seguinte endereço:

http://reporterbrasil.org.br/listasuja/rss.php

Segue a explicação para cada campo úteis para a programação:

atualizacao_semestral: data da atualização semestral feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego

ultima_atualizacao: data da última atualização feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Essa data pode ser diferente da anterior, já que, periodicamente, são feitos alguns ajustes na lista, como inclusões ou exclusões por liminar judicial ou queda de liminar.

id: é uma chave utilizada internamente pela Repórter Brasil. Pode ser útil para você usar como chave primária caso queira colocar os dados em seu banco.

empregador: nome do empregador

cnpj_cpf_cei: CPF, CNPJ ou CEI do empregador. Para saber exatamente qual é, é necessário avaliar o número de caracteres. Não colocamos pontos, barras ou hífens.

estabelecimento: nome do estabelecimento, caso exista.

endereco: endereço do empregador presente na lista do governo.

cidade: cidade do empregador presente na lista do governo.

estado: estado do empregador presente na lista do governo.

libertados: número de trabalhadores libertados no estabelecimento na operação que o levou a figura no cadastro.

 

inclusao: data da inclusão na Lista Suja.