Prêmios e Homenagens

Em mais de uma década de atuação em defesa dos direitos humanos, a Repórter Brasil teve seu trabalho reconhecido por alguns dos principais prêmios do país.

2017
Prêmio MPT de Jornalismo de 2017 na categoria webjornalismo/região sudeste pela reportagem multimídia Eu Fui Escravo. 

O presidente da Repórter Brasil, Leonardo Sakamoto, foi homenageado pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos pela atuação no combate ao trabalho escravo.

Prêmio de melhor filme pelo júri popular na 6ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental pelo documentário Não Respire – Contém Amianto.

2º lugar no prêmio POY Latam 2017, um dos mais importantes de fotografia e multimídia na América Latina, pelo especial Vida de Gado.

2016
Prêmio Gabriel García Márquez de Jornalismo pelo documentário Jaci, Sete Pecados de uma Obra Amazônica.

2014
Finalista do Prêmio Libero Badaró pela série especial Transposição do São Francisco ameaça terras indígenas.

2013
2º Prêmio Mato-grossense de Jornalismo Pedro Rocha Jucá pela reportagem Invasores começam a ser retirados da terra indígena Marãiwatsédé, concedido pelo do Sindicato dos Jornalistas do Mato Grosso.

Prêmio Vladimir Herzog concedido na categoria Documentário de TV ao documentário Carne, Osso.

XVI Prêmio Santo Dias de Direitos Humanos 2013, concedido ao coordenador geral da Repórter Brasil, Leonardo Sakamoto, pela Assembleia Legislativa de São Paulo.

Finalista da categoria América Latina do prêmio German Development Media Awards, concedido ao projeto Moendo Gente.

Finalista da categoria Inovação do Prêmio Gabriel García Márquez, concedido ao projeto Moendo Gente.

Homenagem durante cerimônia de 20 anos de criação do Fórum Estadual da Erradicação do Trabalho Infantil, Proteção e Aprendizagem do Adolescente Trabalhador do Rio Grande do Norte (FOCA/RN), pelo papel no combate ao trabalho infantil.

2012
2º lugar na categoria A Sociedade na Educação em Direitos Humanos do Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos 2012, concedido pelo Ministério da Educação, em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Fundação SM e Organização dos Estados Iberoamericanos.

Menção Honrosa no Prêmio Anamatra 2012 de Direitos Humanos no Mundo do Trabalho, concedido ao projeto de educação Escravo, Nem Pensar! e à cobertura jornalística sobre flagrante de trabalho escravo na Zara, pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho.

Prêmio de melhor filme de média-metragem ao documentário Enchente Não Arranca Raiz, concedido no 14º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, o mais importante do gênero no país.

2011
Prêmio de Melhor Documentário, concedido ao documentário Carne, Osso, pelo júri popular na Mostra Doc-FAM, do 15° Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM).

Menção honrosa da Agência Européia para Segurança e Saúde no Trabalho (EU – OSHA) ao documentário Carne, Osso na 54ª edição do DOK Leipzig, na Alemanha.

Finalista do Prêmio J&Cia/HSBC de Imprensa e Sustentabilidade 2011, na categoria Internet, com a reportagem Roupas da Zara são fabricadas com mão de obra escrava.

Seleção oficial documentário Carne, Osso no Festival de Gramado.

Seleção oficial do documentário Carne, Osso no Festival “É Tudo Verdade”.

Seleção Oficial do documentário Carne, Osso no festival Unspoken – Human Rights Film Festival, USA.

2010
Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos 2012, concedido pelo Ministério da Educação e a Secretaria Nacional de Direitos Humanos.

Prêmio João Canuto 2010, concedido pelo Movimento Nacional de Direitos Humanos.

Prêmio Fiema de Jornalismo Ambiental pela reportagem Quem se beneficia com a devastação da Amazônia feita em parceria com a Papel Social Comunicação e publicada no Observatório Social em Revista.

2009
Finalista do Prêmio Esso de Reportagem na categoria Informação Científica, Tecnológica e Ecológica com a reportagem Quem se beneficia com a devastação da Amazônia, realizada em parceria com a Papel Social Comunicação e publicada no Observatório Social em Revista.

2008
Prêmio internacional “Freedom Awards 2008”, concedido a Repórter Brasil e a Comissão Pastoral da Terra por uma das principais organizações mundiais na luta contra a escravidão contemporânea, a Free the Slaves, dos Estados Unidos.

Prêmio Nacional de Direitos Humanos 2008, concedido ao coordenador geral da Repórter Brasil, Leonardo Sakamoto, pela Presidência da República do Brasil.

2006
Prêmio Combate ao Trabalho Escravo, concedido ao coordenador geral da Repórter Brasil, Leonardo Sakamoto, pela Organização Internacional do Trabalho, Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho e pela Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho.

Menção honrosa do Prêmio Vladimir Herzog para o documentário para TV Correntes.

Prêmio Actionaid “Pobreza, Desigualdade e Direitos na Panamazônia” para o documentário Correntes. 

Prêmio de Melhor Documentário na Mostra Cine Trabalho 2006 para Correntes. 

2005
Menção honrosa do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos para a reportagem Dossiê Trabalho Escravo, publicada em parceria com a Agência de Notícias Carta Maior.

2003
Prêmio Jair Borin de Mídia Crítica, concedido pela Cidade do Conhecimento – rede de projetos de emancipação e inclusão digital da Universidade de São Paulo.

Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos 2003, concedido pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais de São Paulo.