Tag: Tráfico de pessoas

Rede nacional

Confira o episódio sobre Trabalho Escravo do programa A Liga, da TV Bandeirantes, que foi ao ar no dia 16 de agosto. A equipe do programa acompanhou, assim como a Repórter Brasil, as fiscalizações do Ministério do Trabalho Emprego que trouxe à tona o caso de escravidão na cadeia produtiva da Zara. A Liga: Trabalho Escravo 16.08.2011 from Pedro Ekman on...

Instalada

O plano de trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico Humano, instalada semana passada no Senado Federal, deve ser definido nesta quarta-feira (4). A CPI pretende mapear algumas das principais rotas nacionais e internacionais, além de identificar obstáculos ao enfrentamento da atividade criminosa que chega a movimentar, em nível mundial, cerca de US$ 32 bilhões ao ano. De acordo com a autora do requerimento e relatora da CPI, senadora Marinor Brito (PSol/PA), cidades escolhidas como sedes da Copa do Mundo de 2014 que fazem parte de rotas conhecidas de tráfico – como Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Fortaleza (CE) e Manaus (AM) – merecerão cuidado especial. Segundo ela, essas cidades deverão ficar ainda mais suscetíveis ao crime com a chegada de grande número de turistas durante o evento. “Além de identificar as dificuldades encontradas pelos órgãos governamentais para combater o tráfico humano, trabalharemos para que sejam feitas campanhas educativas e de prevenção contra o crime, que há muito não são feitas no país“, declarou. Com duração de 120 dias (sujeitos à prorrogação), a CPI será presidida pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) e terá como vice-presidente Randolfe Rodrigues (PSol/AP). Integram ainda a CPI Ângela Portela (PT-RR), Gleisi Hoffman (PT-PR), Paulo Davim (PV-RN) e Waldemir Moka (PMDB-MS). *Com informações da Agência...

Mídia

A rede de televisão norte-americana CNN e o jornal britânico The Independent, que estão entre os veículos mais conhecidos da mídia internacional, tomaram parte no combate à escravidão contemporânea e ao tráfico de pessoas. Neste ano, foi lançado o The CNN Freedom Project – Ending Modern-Day Slavery, projeto da rede que reúne reportagens especiais sobre o tema e indica formas pelas quais cidadãs e cidadãos podem agir no sentido de colaborar para o enfrentamento prático ao problema (vale dar uma conferida nas cinco coisas que você precisa saber sobre o tráfico de pessoas). Há declarações de apoio de celebridades e manifestações de pessoas comuns, bem como explicações sobre a dificuldade der projetar qualquer estimativa do número de pessoas escravizadas no mundo. Sem deixar de lado a descrição dos intermediários do tráfico e entrevistas com vítimas e autoridades que se recusam a admitir a existência do problema, como é o caso do Secretário do Trabalho da Índia, Prabhat C. Chaturvedi. Já o The Independent, por meio de sua edição dominical, endossa a campanha para que o primeiro-ministro britânico David Cameron ratifique a adesão do governo com relação às novas diretrizes de combate ao tráfico de pessoas estabelecidas pela União Europeia. As novas diretrizes foram aprovadas em dezembro do ano passado pela larga maioria dos países que fazem parte do Parlamento Europeu. Apenas a Grã-Bretanha e a Dinamarca ainda não aderiram. Outros 25 países-membros da União Europeia aceitaram o prazo de dois anos para implementar as providências previstas, que buscam prevenir, garantir o julgamento dos responsáveis e assegurar assistência às vítimas do...