22/07/2006 - 15:32

Kantuta é um pedaço de Bolívia na capital paulista

Salteñas, flautas de pã, malhas andinas. No bairro do Pari, em São Paulo, a feira boliviana Kantuta reúne aos domingos quase 2 mil bolivianos. E já virou atração turística

Por Beatriz Camargo
Fotos: Alcimar Frazão, especial para a Repórter Brasil | Categoria(s): Notícias

 Menina boliviana em trajes de festa, na região central de São Paulo (Foto: Paula Takada)

Estou a poucos metros do metrô Armênia, no bairro do Pari, centro de São Paulo. Ao meu redor, pessoas de olhos levemente puxados, pele morena e cabelos escuros e brilhantes. Todas falam espanhol. Aqui, sou a estrangeira. É como se estivesse andando pelas ruas movimentadas de Cochabamba ou as intermitentes feiras da capital La Paz – uma barraca atrás da outra, uma malha de lã de lhama, um pote de barro, uma flauta de pã. Em São Paulo, a Bolívia fica na praça Kantuta, todo domingo, das 11h às 19h.

É preciso deixar que a curiosidade do viajante se sobreponha ao preconceito. A experiência gastronômica obrigatória, por exemplo, está logo à entrada da feira, na rua Pedro Vicente: o anticucho vendido pela señora Berta Valdés. "As pessoas vem, comem, adoram e depois perguntam o que é", diz ela. O anticucho é coração de boi no espeto, e o churrasquinho acompanha batata e molho de amendoin (maní). "Se perguntam antes de comer, fazem uma careta e dizem não."

Bem menos exóticas são as empanadas e salteñas (as duas são o que chamamos de empanada), vendidas em quatro barracas da Kantuta. Elas têm o cheiro matinal da capital boliviana. São assadas a todo instante e a procura é grande: no fim da tarde o estoque da barraca de don Carlos Soto já tinha acabado. "As pessoas me perguntam qual é a melhor barraca e eu lhes digo que é preciso experimentar de cada uma para descobrir", brinca. Uma dica vale para todas: coma-as com colher, para não manchar a roupa – repare como os bolivianos à sua volta fazem.

O cheiro de caldeirão fumegante no ar pode ser de sopa – entrada obrigatória a qualquer prato boliviano – ou api (suco de milho roxo, que se bebe quente). Ele é muito consumido no "café da tarde" do altiplano andino, que vive sob temperaturas baixas, mas é tão saboroso que vai bem até em dias de calor. O acompanhamento ideal do api é o buñuelo, uma massa caseira frita (como a do pastel brasileiro, mas sem recheio, mais grossa e redonda). "Cuidado, está caliente!", avisa a vendedora, que pouco fala português, ao me servir a bebida. Mesmo com o aviso, há quem queime a língua.

 Malhas, programas de tv, comidas típicas: toda Bolívia está na Kantuta

Duas mil pessoas visitam a Kantuta a cada domingo, e cerca de 90% delas são bolivianos, entre nativos e descendentes. Segundo estimativa da Pastoral do Migrante Latino-Americano, há 200 mil bolivianos vivendo na capital paulista. Eles vêm aqui para se encontrar, se divertir e viver um pouco dos costumes de seu país – mas é cada vez mais comum encontrar entre as barracas paulistanos curiosos em conhecer melhor esses vizinhos.

Nas barracas de artesanato vê-se a riqueza da cultura andina. Há muitas peças em argila – a que mais me chamou a atenção foi uma moringa cheia de detalhes entalhados -, e algumas em madeira. As bolsas também fazem sucesso. "Trazemos quase tudo de lá, porque não se fabricam os materiais no Brasil", diz o senhor que vende malhas e panos. Também, muita coisa é de lã de lhama, macia, leve e bem quente. Os diversos modelos de malhas têm os desenhos característicos dos Andes.

Comemoração do aniversário da independência da Bolívia, em São Paulo (Foto: Carlos Juliano Barros)

Na tenda ao lado, vejo objetos musicais, vasos e potes. Há muitas variações da típica flauta de pã boliviana, tocada por grupos folclóricos. Há vários deles (alguns até com 300 bailarinos acompanhando) que se apresentam na Kantuta nas datas importantes na Bolívia, como a "Festa das Alacitas", em 24 de janeiro, e o Carnaval (na mesma época em que o brasileiro). Algumas datas daqui são motivo de comemoração também – o dia das mães e o das crianças, por exemplo. A próxima grande festa será em 6 de agosto, quando são celebrados os 181 anos da Independência da Bolívia.

Não dá pra ir embora sem uma passada nas barracas que mais aglomeram visitantes: as que exibem programas de TV bolivianos – e também vendem CDs, DVDs e publicações. Um deles tem mais ibope do que a final da Copa do Mundo de futebol, que acontecia naquela tarde. Trata-se de uma série de humor, algo parecido com o "Chaves", só que com cenário ao ar livre. Os dois protagonistas fazem piadas e trapalhadas – um deles é uma espécie de palhaço, o outro aparece vestido de chola (mulher boliviana em trajes típicos: saia, meia de lã, tranças e chapéu).

Inusitado também é o serviço de cabeleireiro (pelucaria) prestado em uma tenda pequena e sempre cheia, quase ao final da feira. Ninguém parece se incomodar em ter seu cabelo cortado no meio da rua e fazem até fila para isso. E, claro, não podia faltar o futebol: à tarde, na quadra que fica no centro da praça, 19 times bolivianos e um brasileiro, do bairro, se revezam em um campeonato de futebol de salão. O brasileiro é tricampeão, mas parece que não é mais invicto. Os bolivianos começam a pegar o jeito do esporte nacional.

Quem quiser ver de perto tudo isso pode chegar ao Pari às 11 da manhã. Mas é ao cair da tarde que a Kantuta enche, sobretudo de jovens latino-americanos. É a hora de paquerar, de encontrar os amigos. "Cada pessoa que vem aqui pode contar uma história diferente de como chegou ao Brasil, de como encontrou trabalho. São muitas histórias bonitas que ficam escondidas", diz Roberto, um jovem boliviano que está há sete anos no país.

Integração

 Wilson, da Associação "Padre Bento", gerencia a feira dominical e os projetos da entidade

Quem administra a feira é a Associação Gastronômica Cultural e Folclórica Boliviana "Padre Bento", sustentada pelos próprios feirantes e por empresas ligadas sobretudo ao transporte Bolívia-Brasil. Em 2001, tudo acontecia na praça Padre Bento, que era pequena para as 40 barracas e o grande movimento. No ano seguinte foi fundada a associação e determinou-se o espaço atual da Kantuta, entre as ruas Pedro Vicente, Carnot e das Olarias. A praça foi batizada de "Kantuta" – o nome vem da flor que cresce no altiplano andino e que tem as cores verde, amarelo e vermelho, as mesmas da bandeira da Bolívia. O evento dominical foi legalizado e hoje são 90 barracas (em dias de festa, até 3 mil comparecem). De acordo com Wilson Ferreira, presidente da Associação e dono de uma das barracas de salteñas, a partir de 2007 o endereço já estará no guia municipal de ruas.

 "Don" Carlos veio ao Brasil em 1970 e quer mudar a imagem negativa sobre seu povo

Carlos Soto, um dos fundadores da "Padre Bento", quer transformar todos os domingos da feira em festa. "Vamos trazer grupos folclóricos para dançar ou tocar toda semana", prevê. Ele aposta na Kantuta como um ótimo programa de domingo para estrangeiros – além de poder, talvez, mudar a visão negativa que se tem sobre os bolivianos no Brasil. "Antes, éramos traficantes internacionais de drogas, hoje somos escravos nas confecções do Bom Retiro. Ninguém conhece nossa cultura, nem sabe que tem muito médico boliviano, por exemplo, trabalhando em hospitais brasileiros. Estamos sempre trabalhando para os outros."

 Crianças bolivianas e brasileiras assimilam a diversidade na brinquedoteca da Kantuta

A Associação também busca outras formas de integrar socialmente a comunidade boliviana. Há quatro meses, acontece na sede da associação – uma pequena construção da praça Kantuta, que foi doada pela prefeitura e ainda está em reforma- um curso de português. As crianças bolivianas brincam com as do bairro na brinquedoteca. "Percebemos que os filhos também carregam o preconceito dos adultos. Então, brincar junto é uma maneira de quebrar essas barreiras", analisa assistente social Maria Vieira, que coordena a brinquedoteca. O espaço, ainda em fase de estruturação, funciona todos os domingos e busca voluntários para brincar com as crianças.

Histórias de vidas migrantes

Berta Valdés, a pioneira do anticucho

 

Feira Kantuta: todos os domingos, das 11h às 19h, na praça Kantuta – altura do no 625 da rua Pedro Vicente, bairro do Pari, São Paulo (SP).
Como chegar: de transporte público, desça na estação Armênia do metrô, saída para a rua Pedro Vicente. A praça da Kantuta está a 700 metros. De carro, vá pela Avenida Cruzeiro do Sul, sentido bairro, e vire à direita na rua Pedro Vicente.
Quando ir: principalmente nas datas de festa: "Festa das Alacitas", em 24 de janeiro; Carnaval; Dia das Mães; Independência da Bolívia, em 6 de agosto; aniversário de cidades bolivianas (o de Copacabana, por exemplo, é em 6 de junho); Dia das Crianças e Natal. Muitas apresentações folclóricas com música ou dança ocorrem também fora das datas festivas.

113 comentários

  1. Lenira Domingues Ferreira disse:

    O Sr. Eduardo Odloak, Subprefeito da Mooca, cedeu no final de 2005, esta casa localizada na Praça Kantuta para que a Associação Gastronômica Folclórica Cultural Boliviana Pe. Bento, pudesse desenvolver atividades culturais. Este espaço é uma conquista e, através deste espaço novos projetos começam a ser desenvolvidos com a comunidade boliviana.

  2. lulu disse:

    nao tenho nada contra e integração de culturas , só que para quem mora na regiao como eu moro , perde o lado ludico, pois nao é facil vc querer sair de sua casa a noite por exemplo e vc se deparar com uma pessoa fazendo xixi na sua porta , ou como muitas vezes aconteceu de execesso de bebida alcoolica,brigas , agora quando tudo termina …na segunda feira o que sobra é muito lixo , e muito cheiro ruim…mas só para quem mora na regiao é quem fica com essa conta ….pois a prefeitura tem que limpar e quem paga por isso???? quem paga Iptu que por sua vez as vezes nao é barato??? …..acho que tudo isso poderia ser transferido p/o memorial da américa latina,acesso facil,e total infraestrutura

  3. gerardo alavi disse:

    yo creo que esa feria es una expresion de donde los bolivianos nos en contramos con nuestro pais nosotros no queremos ninguna briga con nadie como algunos de los brasileros no digo que los bolivianos somos buenos mas no todos acemos xixi na porta da s casas mas parabens pelo reportes mas todo mundo ten que falar a verdade

  4. Adriano Herbas Sainz disse:

    Infelizmente coisas como as relatadas por nossa amiga “LULU” realmente ocorrem, nossa cultura é muito bela e cheia de paixão comove as pessoas e dificilmente pessoas de outras nações não se rendem a ela, o que ocorre na região infelizmente são atos únicos e infelizes que acabam denegrindo a imagem do nosso povo, temos direitos assim como deveres especialmente com este país que nos acolheu tão bem, a única coisa que realmente nossa comunidade deseja é que as pessoas não generalizem esses atos como um todo. Viva Bolivia !!!!!! e Viva Brasil !!!!!!!!!!!!

  5. J. Santos disse:

    Pô… que bacana. Lulu, você resume a cultura de um povo ao xixi na xua porta… se você morasse na Vila Madalena, ou qualquer região “badalada”, inclusive áreas nobres de São Paulo, você verá brasileiros de classe média-alta fazendo xixi na porta dos outros…

    Xixi à parte, viva à integração latino-americana!

  6. patricia disse:

    Por favor, me interessei muito pela feira. Saberia me dizer se haverá feira na sexta-feira, dia das crianças??????

  7. Angelita Carretero de Lima disse:

    Gostaria de mandar um abração à todos os bolivianos do Brasil e do
    mundo. Eu adoro esse povo. Torço muito para que todos eles sejam
    muito felizes e tenham muito sucesso na feira Kantuta. Eu adoraria
    conhecer a Bolívia. Adoro as músicas bolivianas. Parabéns à eles.

  8. Carlos Danilo Soto Gomez Garcia disse:

    A festa de alacitas2008, será realizada na rua dos Trilhos 869, próximo a Subprefeitura da Mooca, no dia 24 de janeiro de 2008 Convidamos a todos a este evento mistico do Ekeko (o sr. da fortuna e prosperidade) a entada é franca. Apresentaremos danças folklóricas. Este evento é caracteristico pela compra de artesanato em miniaturas que no dia tem que benzer durante a misa campal de meio dia que será realizada no local. As alacitas começa as 8:30 hs. Em nome da Associação Gastronomica Cultural Folclorica Boliviana, convido a vc e sua familia a passar um dia diferente e muito divertido

  9. Maria Salas disse:

    Olá, Lulu

    Sei o quanto deve ser chato para você se deparar com cenas nada agradáveis ao seu olhar, ainda mais no “quintal” da sua casa. Sou boliviana, moro em Mogi das Cruzes (SP), há 29 anos, aliás, a minha idade, e concordo com você. O único, porém, é que isso não é falta de educação apenas do meu povo. Problemas assim ocorrem em qualquer lugar do mundo, inclusive na Bolívia, onde os brasileiros vão para trabalhar ou à lazer. Pois saiba você, que eles também exageram na bebida quando se reúnem em festas temáticas, tirando o sossego dos bolivianos, da mesma forma como você mencionou. Ufa! Desabafei. Beijo grande a todos os meus compatriotas, recheado de saudade da nossa amada Bolívia.

  10. Débora disse:

    Hola!
    Em Setembro de 2007, fui a Santa Cruz de La Sierra, Bolivia e fiquei apaixonada pela cultura Boliviana e seu povo, gostaria muito de conhecer os Cruceños (as) residentes em São Paulo para amizade e troca de experiências culturais
    Besos.

  11. Débora disse:

    Meu correo eletrônico para contato
    dcosceli@yahoo.com.br

  12. Ana disse:

    No Bom Retiro também tem pontos de encontros de bolivianos, mas é mais a parte gastronimica e o encontro deles enter si!
    Fica na Rua Anhaia alt do n°100 aos sábados a noite

  13. Carlos Roberto disse:

    “No solo basta llegar.
    Hay que mantenerse”

    Unemos fuerzas sigamos adelante.
    Llegó la hora del futuro.
    Quisiera saber más de ustedes.

    Abrazos Latinos!!!

  14. carlos danilo disse:

    Oi Carlos Roberto si quieres conocer mas de nosotros, visita mi barraca de saltenhas “Don Carlos”, que con toda atención le pondré al tanto de nuestros proyectos culturales, que estan dirigidos para la parte de folclore.
    Igualmente
    Abrazos latinos

  15. darci figueiredo disse:

    sou cineasta e estou fazendo um documentário sobre os bolivianos em São Paulo. Procuro bolivianos interessados em contar histórias de imigrantes bolivianos para São Paulo, ou que contem suas próprias histórias. Quero mostrar a beleza da cultura boliviana belamente mostrada na Feira da Kantuta (pela qual me apaixonei) e a alegra que nós brasileiros temos , cada vez, mais, por termos vizinhos tão iguais e queeridos, com cultura e povo tão adorável.
    Neste domingo visitarei novamente a Kantuta. Gostaria de fazer amigos bolivianos para falar do meu documentário. um abraço cordial

  16. Aidee Vitorino disse:

    Por que só mostrar comidas e culturas de várias cidades menos de Santa Cruz? isso sería uma descriminação?

  17. Rocio Quispe disse:

    entrem no site da cantuta la tem sempre a agenda atualizada
    http://www.kantutaviva.org/
    Tchau!!!!!!!!!!!

  18. Osvaldo V de Souza disse:

    Pretendo um dia visitar essa feira boliviana. Sou um grande admirador desse povo vizinho. Fui à Bolívia por três vezes, quando a caminho de Machu-Pichu. Cochabamba é bonita, La Paz e linda com sua montanha gelada, Copacabana é imperdível. Comer carne de Llama é muito bom. O trem da morte é muito divertido. Os bolivianos são super atenciosos. Tudo muito bacana e as coisas não são caras por lá.

  19. Fernando disse:

    Bolívia é igual a nada. Pior pais da américa latina.

  20. carlos danilo soto gomez garcia disse:

    Bom dia, boa tarde,boa noite.
    Respeitamos a opinião de todos, o mundo foi construido com todos os contraditorios e todas as linhas de pensamentos, valorizamos muito que as pessoas possam externar suas ideias é algo muito positivo.
    Conheça melhor meu povo boliviano é simples, trabalhador e muito agarrado na familia.
    Na Feira Boliviana Kantuta, será realizado um evento tradicional do interior de Cochabamba-Bolivia, trata – se de uma brincadeira de balançar muito alto a uma mulher e esta tem que conseguir alcançar com os pes uma cesta com premios pindurada num arco. È realmente divertido. Esta brincadeira será no dia 30 de Novembro de 2008.
    Esperamos por vc e familia.

  21. carlos disse:

    moro na bolivia e como muitos bolivianos falam a bolivia é um mendigo sentado num trono de ouro!!!!

    o dia que os bolivianos se derem conta disso,haverá uma mudança de 100% !!!

  22. marcio bueno disse:

    Me gusta de los costumbres bolivianos y los pueblos bolivianos tienen valentia, sabedoria,trabajadores.
    Me gusta ayudar en lo que puedos mis amigos bolivianos
    VIVA BOLIVIA!!!

  23. Carlos Danilo Soto Gomez Garcia disse:

    Para os leitores de Reporter Brasil, cordias saudações e votos de Feliz Natal e Prospero Ano Novo, em nome da ” Feira Boliviana Kantuta”
    Aproveito a oportunidade para comunicar que está no ar o site http://www.kantutabrasil.com com as novidades e acontecimentos da Feira Boliviana Kantuta, Visite-nos.
    Agradeço pelo seu tempo e que tudo de bom seja realizadocom você e sua Familia

  24. Willy disse:

    Sr. Fernando, pelo visto o sr. não conhece muito o significado de um “país”. Certamente faz esse tipo de comentário levado por imagens ou fatos isolados que não refletem o verdadeiro significado de país que apesar de pobre(como muitos em nosso planeta), faz parecer que todo boliviano é pobre e de má índole. Bem, sinto muito em esclarecer que como todo país, temos as classes altas, médias e baixas, talvez vc tenha conhecido pessoas de nosso pais que infelizmente representam a escória de uma sociedade(como em qualquer país). Isso não significa que não tenhamos pessoas de bem e de ótima índole. Procure saber algo a respeito se vc tem um pouco de cultura e interesse, caso contrario esqueça-nos!!

  25. JULIANA PRESTES disse:

    PÉSSIMA REPORTAGEM!
    PELUCARIA NÃO.PELUQUERIA MI AMOR
    NÃO GOSTEI DOS COMENTÁRIOS!

  26. paula silvia pedraza de azevedo disse:

    yo soy boliviana hasta la muerte ….vivo aqui en FORTALEZA C.E BRASIL nunca vi un boliviano aqui me gustaria de ver alguien de mi tierra para conversar mucho sobre todo respecto a BOLIVIA un beso para todos los boliviano q viven en BRASIL del norte al sur …..

  27. Matias disse:

    Goste de la comida de seu pais, como eu faço para comprar produtos da sua região , sem ter que ser só os dias domingos , tem outro lugar onde eu possa recorrer , algum endereço, muito obrigado

  28. Rita de Cássia Maldonado disse:

    Mi esposo es boliviano y en enero estuvimos en Bolivia.Comprove todo el encanto y magia del pueblo boliviano y su cultura.Al leer sobre la FERIA DE KANTUTA me dio unas ganas de conocerla para poder revivir momentos tan preciosos vividos en el altiplano andino.Con toda seguridad mi corazón és andino.Felicitaciones a los oraganizadores de esta feria y la divulgación de la cultura boliviana.

  29. Carlos Santiago Vildoso Maldonado disse:

    Hermanos gracias a Dios estaba en la internet y encontre noticias sobre la Feria de Kantuta.Ahora se que sera posible ver y escuchar un pedazo de Bolivia en Brasil.Vivo en una ciudad del interior Rio de Janeiro llamada Paty do Alferes y si la Virgen de Copacabana me lo permite voy a visitar esta feria y comer unas deliciosas salteñas, tomar Api con buñuelos y escuchar nuestra linda musica boliviana.Que Dios los bendiga por su actitud.

  30. emerson laerte reis dos santos disse:

    eu fui lá e aprendi um pouco da cultura boliviana,suas comidas(com ingredientes importados e picantes),suas bedidas,seus pães,sucos e salgados típicos(provem a salteña) de lá. o povo boliviano é tímido porém simpático por isso não se incomodem em fazer perguntas para matar a curiosidade sobre algo. eu indico principalmente para quem quiser conhecer outras culturas sem sair do Brasil.

  31. judyth disse:

    Obrigada,…..por todos os comentarios (inclusive os negativo) sou boliviana moro a 15 anos em Foz do Iguaçu PR.,e con certeza visitarei esta feira,antes de voltar a meu pais ,….. e isso mesmo
    sempre grata a o BRASIL que me trato sempre muito bem , mais não tem nada melhor do que a nossa terra. pois bem, en tres meses to de volta a mi BOLIVIA. Abraços a todos.

  32. judyth disse:

    Obrigada,…..por todos os comentarios (inclusive os negativo) sou boliviana moro a 15 anos em Foz do Iguaçu PR.,e con certeza visitarei esta feira,antes de voltar a meu pais ,….. e isso mesmo
    sempre grata a o BRASIL que me trato sempre muito bem , mais não tem nada melhor do que a nossa terra. pois bem, en tres meses to de volta a mi BOLIVIA. Abraços a todos.

  33. Angelita Carretero de Lima disse:

    Viva a Bolívia. Quero mandar um beijo à todos os bolivianos do mun-
    do. Amo esse país e esse povo. Aproveito para também mandar um
    beijão à todos os integrantes do Grupo Boliviano NUEVA EXPRESSI-
    ON, amo esse grupo, que é maravilhoso. Gostaria também de para-
    benizar os músicos bolivianos por tão excelentes músicas. Tenho -
    diversos CDs, que ouço todos os dias. PARABÉNS, BOLÍVIA.

  34. Bruna Moreira disse:

    EU ADORO OS BOLIVIANOS!!!

  35. Genivaldo da Silva disse:

    Amigos da Bolivia. Sou responsável por um grupo de quase 80 adolescentes de uma paróquia na Zona Leste de São Paulo ( Vila Talarico-Vila Matilde ) e realizamos anualmente uma grande Festa das Nações. Gostariamos muito de mostrar um pouco da cultura e beleza da Bolivia em nossa festa ( se possível apresentação folclórica ) Há possibilidade de que a Banda do Exército toque o Hino Nacional Boliviano no evento ( manhã de domingo ) a Festa está marcada para os dias 6 e 7 de junho das 12h00 as 21h00. Havendo possibilidade de doação ou empréstimo de material cultural nós agradeceriamos. Um grande abralo e aguardo retorno

  36. Leonardo disse:

    Soy boliviano y me siento muy orgolloso de ello , un agrdesimiento por los buenos y malos comentarios de nosotros . Tenemos mucho que ofrecer al mundo ,nuestra cultura ,musica ,comida etc. Visiten nuestro pais , el TIHUANAKU , el lago TITICACA , son lugares asombrosos que muestran nuestro pasado , las gigantes entradas folkloricas del gran poder en La Paz , y de ORURO ,es linda mi tierra y todo lo que ahi tiene . Seran vienbenidos .

  37. Roberto de Oliveira Junior disse:

    Trabalho em uma escola de educação infantil(EMEI)e a quantidade de crianças bolivianas é bem grande.Assim que chegam são tímidos mas depois logo se enturman. Um abrção a esse povo guerreiro.

  38. Rogelio Quiroga disse:

    Minha querida amiga Lulu, vc têm absuluta raçao em seu comentario, claro q´é chato alguem, se reparar com essas cenas, eu tambem ja me senti em sua situaçâo: carro com ó portamalas aberto e no ultimo volume, gente vomitando e fazendo xixí nas ruas, brigas, e cenas obscenas, acidente de carro com vitimas fatais,violencia uns dos mais claros exemplos é a famosa crakolandia situada no centro. Porém minha querida amiga Lulu, a gente não pode generalizar as coisas, eu tambem não gosto de me reparar com essas situaçoes, eu sou boliviano com muito orgulho e mas orgulhoso de ter filhos nacidos em este maravilhoso pais, terra de opurtinidades, gente linda, amigavel e simpática.

  39. joselyn disse:

    disculpen si no consigo escrivir en portugues ,mas estoy feliz de ver que muestran lo malo y lo buneo que tiene la cultura boliviana ,como inmigrante soy agradecido al brasil,no solo es la plaza los recreos tb hay campeonatos de salon en muchos barrios ,radio infinita que divulga el trabajo de orientacion ,los restaurantes donde se ofree la culinaria ,pido comprendan que justos no pueden pagar por pecadores ,asi como en bolivia existen hermnaos brasileros de buen y mal comportamiento no existe uuna comunidad sin defectos ,pero cad uno intenta mostrar lo bueno de su país ,ahoar mas que todo con el nuevo presidente Bolivia es mas conocida mi esperanza de que un dia seamos un pais de todos.

  40. joselyn disse:

    si es que entendi bien amigo quien roba no es boliviano me siento orgullosa de mi pais por que en un 99,9 somos trabajadores honestos … solo que seria bueno que la plaza se mejore en muchos aspectos ,pido a que los idrigentes de la comunidad se unan mas para mostrar lo bueno que tiene nuestro pais agraesco a las autoridades que apoyan nuestra comunidad y los que no se sencivilicen con nuestra situacion,tambien no somos esclavos del trabajo y si de nuestras necesidades de progreso ,asi como Brasil es un paraiso en Bolivia es una belleza que aun no fue descubierta en su 100% ,pido a mis patricios que dignifiquemos la honra de nuestro pais mostrando y mejorando a cada dia que pase

  41. edernildes disse:

    Sou apaixonado pela Bolívia, infelizmente os Brasileiros conhecem pouco sobre este país maravilhoso, tem tanta coisa exótica para nós, e é tudo muito barato, espero no ano que vem estar retornando…

  42. Gloria Maria disse:

    Olá a todos. Meu nome é Gloria Maria, sou chilena e enfermeira. No momento realizo pós-graduação e o tema de minha monografia é “Comunicação e relacionamento entre equipe de saúde e imigrantes latinoamericanos”, no qual meu maior objetivo é ajudar e amenizar a dificuldade do atendimento da equipe de saúde com imigrantes que tem poucas noções do português, onde em São Paulo a maioria são Bolivianos. Adoro esse povo e espero ajudar de coração no presente ou no futuro.
    Abraços.
    Gloria Maria.

  43. Patrícia Brás disse:

    Olá!gostária muito de poder entrar em contato com o senhor Carlos soto, sou uma amiga da filha dele que se chama Patrícia e perdi o contato depois k mudei de São Paulo,por favor me mande resposta através do meu e-mail obrigada

  44. Sumaia disse:

    No SPTV de hoje mostrou essa feira, nem sabia que existia e fiquei morrendo de vontade de conhecê-la.

  45. Carlos Soto disse:

    Oi Patricia Bras, sou Carlos Soto, e minha filha é sua amiga, mando p/vc o e mail pedido; contato@kantutabrasil.com
    Voce pode acesar o site http://www.kantutabrasil.com e mandar seu e mail por essa via.
    Um abraço
    Carlos Soto

  46. Daniel disse:

    El festejo del dia de Independencia de Bolivia es unico en Sao Paulo?? Si es asi alguien sabe donde es? es en la plaza Kantuta? y si hay mas festejos, cual es mas grande en cuanto a cantidad de gente y entrada folklorica?

  47. Angelita disse:

    Gostaria de dizer o quanto gosto da BOLIVIA e dos bolivianos, e também mandar abraços à todos eles, especialmente, à Don Carlos, aos integrantes do Grupo boliviano Nueva Expresion, ao Presidente da BOLIVIA Evo Morales e à todos os músicos bolivianos, pois amo estas músicas.VIVA A BOLIVIA.

  48. Susana Herrera disse:

    Visitar a praça da Cantuta é uma forma de conhecer uma cultura ainda forte, que prevalece nos dias de hoje, talvez pela pobreza do país ou pela foraça da raça boliviana. Vale a pena conhecer para sentir o sabor da luta, alegria e sofrimento do boliviano!

  49. Antenor disse:

    Despues de algun tiempo encontre a mi Amigo Carlos Soto. Conversamos mucho y reiteramos nuestro esfuerzo de que los bolivianos no somos solamente costureros, tambiem somo médicos ingenieros, técnicos, etc. que llevaamos muy alto nuestro orgullo boliviano. Gracias Carlos por trabajar por nuestra Patria tan querida y tan olvidada.

  50. FREDDY AZIMUTE disse:

    Parabéns, pelo evento. Estarei em SP em outubro e irei visita-lo. Sou adepto de EKEKO, e adoro a Bolívia. vistem http://www.ekeko.com.br e deem sugestões.

  51. cibeli yara duran rojas disse:

    viva la plaza kantuta, desde Valencia Espanha,um beso a la paisanita muita saudade Yara

  52. Julia Resende disse:

    Olá a todos! Bom gostaria de manifestar o amor que aprendi a ter pela Bolivia. Minha historia com a Bolivia começou por causa de uma historia de amor e lá em Santa Cruz de la Sierra eu vive a minha melhor historia de amor. Estou louca pra conhecer a feira da kantuta…assim vou poder matar a saudade. Comer as delicias bolivianas, empanados, pollo…beber paceña…. bjus a todos os bolivianos e que vcs se sintam tão bem aki no nosso país como eu me senti na Bolivia. Bjus a todos!

  53. Elson Alves disse:

    Gostaria de deixar a informação para Bolivianos com bastante experiência em confecção que no Triângulo Mineiro existem muitas oportunidades de trabalho para pessoas na área de corte e costura. A cidade de Prata/MG com 20 mil habitantes é um ótimo lugar para se viver.
    Quem quizer saber + informações pode entrar em contato comigo. casual.urbano@hotmail.com

  54. xenia olga torres barraza disse:

    eu sou chilena vivo no brasil a 30 anos amo o brasil sou casada com um boliviano a 3 anos e gosto muito da feira da praça kantuta e da cultura boliviana

  55. xenia torres barraza disse:

    sou chilena e ja fui a feira da praça kantuta e gostei muito , gosto da cultura ea s comidas boliviana

  56. Verônica critina disse:

    Ola meu nome é veronica tenho 22 anos e a feira dos bolivianos virou um otimo programa de domingo para mim e para toda a minha familia e muito bom poder conhecer culturas diferentes pessoas diverentes minha mãe é chilena e meu padrasto é boliviano gosto muito das musicas e das danças que mesmo aquelas pessoas que tem vergonha caem na dança….. hoje respeito e admiro ainda mais esse povo tão sofrido que são escravizados são pessoas diguinas e muito trabalhadoras por isso se vcs tiverem a chance venham fazer parte dessa cultura por que eu e minha familia aplaudimos e reconmendamos com todo o carinho………

  57. Gelson Costa Lima disse:

    Já visitei a feira e estive na Bolivia em 1984. Foi uma viagem maravilhosa. Pena não ter encontrado na feira cds daqueles bolerões maravilhosos da Gladys Moreno. Faz muita falta!!!

  58. Luana Roca disse:

    Adoro a feira boliviana,me sinto otima lá,sou boliviana tmb,e sempre q posso apareço la pra matar a saudade da minha terra…..Quero fazer mais amizades com o pessoal de la.
    Quem quiser me add:bolivia.roca@gmail.com
    bjão Lu

  59. paulo victor disse:

    Sou brasileiro da Cidade do Rio de janeir, e visitei este País maravilhoso de uma cultura linda e rica. é um país de pessoas humildes e felizes. nas vezes que fui lá, fiz muitos amigos que até hoje ainda temos contato. adorei estar nas cidades que passei e conheçer este povo maravilhoso. se poder concerteza estarei indo pra lá novamente.

  60. paulo victor disse:

    Estou a´pouco tempo em sao paulo e ainda nao sei me locomover muito bem pela cidade, mas quando souber andar sem me peder, concerteza irei nesta feira relembrar das viagens maravlhosas que fiz neste á este país

  61. Kelly Costa disse:

    Só quem não conhece este povo táo trabalhador, pode ter preconceito. Os bolivianos e todos os nossos irmãos latinos que ajudam o Brasil a crescer são maravilhosos. Torço para que todos conheçam essa gente boa que são os bolivianos. Felicidade para todos!!!

  62. islane disse:

    Sou brasileira e no final de semana fui visitar a praça e para ser sincera adoreiiii
    A comida e maravilhosa e fui muito bem recebida lá.
    Tenho amigos bolivianos que sempre me falaram da pracinha mas sta fooi a primeira vez que eu fui e adorei mesmo…
    recomendo
    A cultura boliviana e maravilhosa

  63. kelly cristiane disse:

    Sou de uma pequena cidade no estado do acre( brasileia)que faz fronteira com a bolivia(pando)..amoo de paixão a culinaria boliviana, em especial as saborosas salteñas, deixo aqui o meu abraço a todo povo boliviano, povo este guerreiro e trabalhador, em especial as mulheres bolivianas, umas das mulheres mais guerreiras q já vi.E ao Dom Carlos,espero que um dia possa provar suas salteñas, siga em frente com seu trabalho, os brasileiros precisam saber o quanto é rica a cultura boliviana.

  64. Humberto B Mena Lazo disse:

    Fiquei feliz com a reportagem, em breve serei turista entre meu próprio povo,pois sou brasileiro naturalizado e contribuo a décadas para o crescimento desta grande nação com saudades de minha terra. Posso dizer sou conhecido pela minha dedicação, minha competência. minha honestidade; primeiro para honra e glória de nosso DEUS depois para orgulho de minha família e meus patrícios bolivianos. HALLALLA BOLVIA!

  65. Mari disse:

    Estive hoje na Feira Kantuta, pra conhecer, apreciar e prestigiar. Massss…. fiquei horrorizada e indignada com tamanha bagunça e sujeira. Havia festa da espuma e inúmeros sprays pra lá e pra cá, jogados e amontoados a lixos e lixos.
    Fiquei por meia hora e tive que partir. Não consegui comer nada e o tal artesanato regional Boliviano… vc tem que procurar muito pra achar.
    Decepção com o povo e com o comportamento. Admirei apenas aqueles velhos senhores com suas roupas tipicas e dançando, tentando rememorar suas tradições. mas os demais… nem se quer tem identidade
    Eu como paulistana, tentei, prestigia-los, mas foi impossivel.
    Nunca mais volto ali.

  66. Jorge A. Meruvia disse:

    Sinto muito, Mari…
    Mas se você foi conhecer a Praça no dia de seu carnaval, apenas foi em um dia que é de festa…bagunça…brincadeira… Frequento a praça a mais de 5 anos, e talvez o melhor momento para se visitar, seja em Agosto por conta das festas Pátrias.
    Vale lembrar que esta reportagem é de 2006… ou seja, muita coisa mudou de lá pra cá.
    Ainda assi, recomendo que visitem a Praça Kantuta, saboreiem da culinaria e seus pasteis, assim como conhecer este povo humilde e trabalhador.
    Abraço!!!
    J.M.

  67. Nicolle Nogueira disse:

    Achei essa reportagem maravilhosa!! Meus parabens a quem escreveu. Ficou de dar vontade de ir em sao paulo so pra ver isso!

  68. Evelyn Karl disse:

    Olá a todos!!Sou brasileira, filha de bolivianos, morei um tempo em Cochabamba e La Paz. Amo a cultura boliviana e adoraria me corresponder com outros jovens bolivianos ou filhos de bolivianos para poder acompanhar mais de perto os eventos culturais.Gostaria de saber quando será o próximo encontro no memorial da America Latina (Barra Funda)

  69. Caroline Nascimento Sena Silva disse:

    Boa tarde a todos!!!! Sou brasileira mas tenho muitos amigos bolivianos e posso dizer que são de um povo maravilhoso,esforçados e com uma alegria que encanta !!!!Eu comecei a frequentar a Praça Kantuta à mais ou menos dois anos atrás e recomendo é muito bom as comidas e as pessoas que lá frequentam!!! Um abraço

  70. figo disse:

    a praza kantuta e um lugar onde so se pode persever vagunsa e desorganizaçao, fauta muita coisa para melhor, senhores bolivianos sejam higienicos y ordenados.

  71. Karen disse:

    Adoro ir lá, não vi nd da sujeira que li em alguns comentarios , apesar de gostar muito das saltenhãs, recomendo a outras comidas tipicas adorei…sempre vou la para levar minha mãe ea minha tia …ambas de idade e elas adoram ….va visitar e vc vai amr….

  72. Veronica Q Yujra disse:

    Tenho o agrado de convidá-los para a 1a. Amostra da Cultura Boliviana no Bom Retiro.

    Servindo de marco inicial das comemorações do 185o. ano da Independência da Bolívia, o grupo de danças Sociedad Folklorica Boliviana inova e organiza a 1a. Amostra da Cultura Boliviana no Bom Retiro, que ocorrerá na Oficina Cultural Oswald de Andrade, nos dias 29, 30 e 31 de julho. Oficina cultural Oswald de Andrede, na R Três Rios, 363 – Bom Retiro (PRÓXIMO AO METRÔ TIRADENTES). Exposição, documentarios e muita dança e musica sabado das 09 as 17 horas.
    ENTRADA FRANCA

  73. ivanildo f gonçalves disse:

    eu estiver nacomemoraçaõ do dia 6de agosto fiquei flazedo seguraça para a festa dos boliviano eu confeso que estou apaixonado por uma boliviana convesamos mais sei ceu nome naõ sol no brasil que temmulher bonita naõ sa bolivianas tanbem sanho lindas

  74. ivanildo f gonçalves disse:

    eu estiver nacomemoraçaõ do dia 6de agosto fiquei flazedo seguraça para a festa dos boliviano eu confeso que estou apaixonado por uma boliviana convesamos mais naõ sei ceu nome naõ sol no brasil que temmulher bonita naõ sa bolivianas tanbem sanho lindas

  75. ivanildo f gonçalves disse:

    eu estiver nacomemoraçaõ do dia 6de agosto fiquei flazedo seguraça para a festa dos boliviano eu confeso que estou apaixonado por uma boliviana convesamos mais naõ sei ceu nome naõ sol no brasil que temmulher bonita naõ sa bolivianas tanbem sanho lindas

  76. Rosa Pedroso disse:

    Passei uma vez por ai, por acaso,e fiquei muito curiosa para ver tudo, mas como estava com pressa, nem parei. Hoje eu pretendo visitar e conhecer melhor essa comunidade.

  77. Iracema Bernacci Sánchez disse:

    Sou paulistana, mas vivo no Rio de Janeiro, há mtos anos! Na próxima ida a São Paulo, pretendo conhecer LA PLAZA KANTUTA!Gosto do povo boliviano (conheci algumas pessoas de lá), da música, daquela flauta de madeira (zampoña?), com seu som tão suave, quase triste, que mto me emociona. Adoro! MIS SALUDOS A TODOS!!! besitos miles, Ira.

  78. Ever disse:

    Gosto muito de visitar esta feira boliviana e reviver o clima das viagens que fiz pelos países andinos … faço umas comprinhas de produtos típicos, como empanadas ou um almuerzo … Fico observando o povo e admirando sua forma de reviver em São Paulo um pouco da forma de vida e da cultura de sua terra distante.

  79. ana silvia whitaker disse:

    Com a aproximação da Festa das Alacitas, gostaria de confirmar a data -será em 23 de janeiro de 2011, domingo? Qual a programação dos eventos?? Obrigada, AS

  80. ramiro flores disse:

    hola como estan quiero aser llegar un grande saludo a todos los boliviano que viven en são paulo mi comentario es sobre carnaval en la plaza kantuta desir la fiesta estaba muy bueno (pero?)quero desirles que nosotros los bolivianos tomamos mucha cervesa por eso quedamos muy mal porque no dejar de tomar cervesa chauuu mis amigos bolivianos

  81. Mauricio disse:

    La feria es una maravilla!
    QUÉ VIVA BOLIVIA!
    QUÉ VIVA LATINOAMÉRICA!

  82. Marcia disse:

    Gostaria de saber de tem na feira artigos para ¨Despacho¨. Estou fazendo o caminho da Sagrada Tradição Andina, e necessitos produtos e conhecer pessoais ligadas aos rituais andinos. Gracias

  83. Gelson Costa Lima disse:

    Aviso a todos que amam a Gladys Moreno que uma alma boa postou seu Disco de Ouro na internet esse ano. É lógico que já baixei o meu.Aguardo outra boa alma que poste "La culpable", cantada tb por ela. Esta música tem no you tube, com um grupo folclórico, mas não é a mesma coisa que na voz da maravilhosa Gladys Moreno.

  84. Gelson Costa Lima disse:

    Mais precisamente, o site é o seguinte: Rescatando el Folklore Boliviano: Gladys Moreno – El Disco de Oro – [ Traduzir esta página ]
    folklorebolivianodelayer.blogspot.com/…/gladya-moreno-… – Em cacheSimilares
    22 May 2009 – 1987 – El Disco de Oro Artista: Gladys Moreno Album: El Disco de Oro Formato: . mp3. Bitrate: 128 kbps. Tapas: Frontal …

  85. marcelo disse:

    Os bolivianos estão acabando com o Brasil

  86. Caio disse:

    Não, Marcelo. Gente preconceituosa como você está acabando com o Brasil.

  87. Maria Izabel Gonçalves disse:

    Que vergonha, Marcelo! Seu comentário é pura ignorância.

  88. Rosangela! disse:

    Olá Pessoal!! Sou Brasileira mais amo a culinaria Boliviana… alguém sabe me responder se há Patasca na feira? e por favor, ninguém precisa me falar do que ela é preparada.. adoro provar tudo, más sem saber como é o seu preparo…Quando vou a Santa cruz sempre volto mais gorda para o Brasil..rsrsrs Saludos!!!

  89. Simone Roca disse:

    Estou super curiosa em conhecer esta feira. Não conheço a Bolívia, mas já estive no Peru, tenho maravilhosas recordações andinas… Temos que prestigiar nossos irmãos bolivianos e compartilhar e nos alegrar com sua cultura, culinária, etc… Como é lindo viver e conhecer novas culturas!

  90. Darlan (Sun Special) disse:

    Quando vai ser o proxima festa na Kantuta? tem algum contato com os administradores da feria?
    Alguem pode me ajudar? Obrigado…

  91. Ricardo disse:

    Aos xenofóbicos:
    O Brasil é um país de imigrantes. Sua família imigrou aqui e não se esqueça de que você é filho ou neto de expatriado. Então não são os novos imigrantes que estão acabando com o Brasil. Foram os velhos que não fizeram bem feito. Quem sabe não serão os novos imigrantes que vão arrumar a casa?

  92. Ana Maria Carreno Ribeiro disse:

    Sou boliviana há 40 anos em Brasília,com certeza visitarei esta feira,para sentir-me que estou no meu país,comendo as famosas salteñas e beber uma boa paceña

  93. marcia disse:

    amos os irmãos bolivianos…sejem bem vindo ao brasil…..gosto de fazer amizade quem se enteressar podem me liga! 82080244 tim podem me chamarem de formiguinha ……….beijos

  94. hernan lopez disse:

    olaaa… a todo el mundo.. speroo ke estenn rre bienn la verdadd soii entre por casualidad a esta pagina shioo soii de argentina y kisiera konocer algun diia bolivia y brasil dicenn ke sonn lindos paisess no se la verdad tendria ke konocerlo pero buenuu solamante xaooooooo…

  95. jhofar disse:

    nuestra cultura es linda me enorgullesco de ser bolivianop si hay alguien a quien le gustaria tener amistad conmigo y conocer un poco mas dejo mi numero 51647466 (tim)

  96. celia bernal disse:

    Amigo que gracinha essa sua rádio, estive assistindo uma reportagem sobre você e sua rádio e adorei. Sou de Rondonia. Parabens pela iniciativa.

  97. maria lucyjimenes disse:

    ADOREI A REPORTAGEM PARABENS,GOSTARIA QUE ME ENVISEM MUSICA EM MEU FACE PARA COMPARTILHAR COM MEU AMIGOS..VI DO GRUPO DA REPORTAGEM ADOREI NÃO PEGUEI DESDO COMEÇO , MAS GOSTEI DE TUDO QUE ,GOSTARIA DE PODER IR VER AS BARRACAS E CONHECER UM POUCO MAS DA CULTURA BEIJOS LUCY

  98. orelio disse:

    Tudo muito bom muito bonito, mas temos que tomar cuidado com um guardador de carros que tem aí, ele gosta muito de roubar pertences de motoristas desatentos ao fechar seus carros, muito cuidado, policia nele. Atenção PM da localidade, Obrigado.

  99. Jose Roberto disse:

    Ainda não tenho amizade com nenhum Boliviano mas gosto do jeito deles são muito humildes e gostaria de fazer amizade com eles e telos como amigos e ajuda-los em alguma coisa vou começar a frequentar a Feira de Kantuta pois sempre tive vontade de me aproximar desse povo humilde e sofrido sejam sempre Ben-vindos ao Brasil.

  100. francisco Labriola disse:

    Kantuta é um pedaço lindo e representativo dessa cultura especial e ancestral do povo Boliviano.Adorei a Festa,quando lá estive,e pretendo voltar muitas vezes.Abraço aos nossos queridos irmãos bolivianos.Francisco

  101. Pablo disse:

    Hola amigos de Brasil y Bolivia, quisiera saber si este carnaval se festejará a la usanza boliviana? habrá alguna actividad en la Plaza Kantuta o en algún otro lugar? me encantaría participar. Saludos.

  102. Robson Rodrigues disse:

    Eu sou fotógrafo e apaixonado pela América do Sul, principalmente a Bolivia , ja estive no País algumas vezes , andei muito por la, sempre fui tratado com respeito e cortesia em todos os lugares , nunca tive um problema que desabonasse , pelo contrário, é um lugar mágico com uma natureza fascinante e um povo sem igual com uma cultura linda , as diferenças sociais e de costume existem como em todo lugar , mas a MATÉRIA EXIBIDA PELO PROGRAMA PÂNICO DA BAND NO ÚLTIMO domingo me deixou revoltado ( segue link pra quem não viu http://paniconaband.band.uol.com.br/videos.asp?id=14291787 ) , sem necessidade de maoires comentarios , isso é HUMOR ? estamos na era de busca de respeito ao próximo , as Cholitas que são mulheres conhecidas por uma força comercial e liderança familiar não merecem serem apresentadas dessa forma , o lago Titicaca e suas etnias não merecem a sitação desonrosa feita pelo Pânico , como fica isso? ESCULACHAR UMA NAÇÃO EM REDE NACIONAL E FICA POR ISSO MESMO , ja mandei o link até pro Consul da bolivia no Brasil e creio que devemos unir forças pra uma retratação ,o que foi mostrado denigre a bolivia e isso não tem graça, não sei ao certo o que fazer , mas conto com apoio do que como eu ficaram indignados , to certo que isso tem que ter uma retratação , abraços .

  103. Moro em Votorantim-SP e aqui na minha cidade houve recentemente a primeira edição da feira da madrugada do Brás.Havia muitos bolivianos vendendo roupas,sapatos e outros adornos.Confesso a voces que eu me encantei com a maneira alegre e descontraída desse povo.São sempre sorridentes,ao contrário do povo brasileiro que muitas vezes está com cara de poucos amigos.Eu tenho vontade de conhecer uma boliviana que more no brasil,seja solteira,que tenha pelo menos um filho pra um relacionamento sério.Bolivianas solteiras de plantão meu endereço eletrônico é:edusantosdoze@hotmail.com.

  104. juan carlos disse:

    Soy boliviano quisera trabajar na area de cozinha TENGO EXPERIENCIA na area de cozinha quem quiser pode se contactar comigo porfavor. rubett123@hotmail.com Obrigado gente linda

  105. Sergio Cintra disse:

    Estou procurando alguém para trabalhar em minha residência, moro em Mogi das Cruzes SP
    aguardo contato por e-mail ou fone 999875273

  106. Maricela Rosales disse:

    hola compañeros bolivianos quiero hacer una reclamación yo creo que muchas personas como yo salen de toda su rutina de trabajo para distraerse un poco hoy yo fui a querer comprar unos billetes de alasitas y me encontre con una persona mal educada que no merece estar ahi ocupando espacio porque ella no sabe atender a la clientela me trató muy mal y es una pena que ella sea asi ella es la única que vende billetes y juegos artificiales yo no se el nombre de ella pero su puesto está al lado de los que cortan cabello yo me senti maltratada y sin motivo ahora ya no me queda mas ganas de ir a la feria espero que tomen cuidado con ese tipo de persona no se dejen con nadie mis amigos defiendan sus derechos

  107. ¡Brasilero! disse:

    Me gustaría conocer la wena gente boliviana y su cultura. ¡Me encantan! Un dia me voy a conocer la fiera kantura, en SP.

  108. Mariana Cordoni disse:

    Adorei saber da existência desta feira! Adoro a cultura boliviana, seu povo, artesanatao e gastronomia.
    Gostaria de saber se é um evento fixo e acontece todos os domingos.
    Quero muito visitar a feira com minha família neste domingo (02/02). Estará funcionando normalmente? Fantástica a idéia da integração das crianças bolivianas e brasileiras. Tenho um filho de 5 anos e acho riquíssimo que ele conheça outras culturas, brinque e se integre com crianças de outras nacionalidades. E viva a diversidade cultural! Sejam muito bem-vindos ao Brasil! Abraços

  109. Ricardo Santos disse:

    Yo soy brasileño, y me gusta mucho de los Bolivianos !
    Sean biénvenidos a mi ciudade São Paulo y todo Brasil.
    Saludos !!!

  110. Ramiro disse:

    Eu gosto de todas as culturas do mundo é as tradições de cada pais , mais da cual que eu gosto de verdade e da bolivia . Eu vi o carnaval de oruro fiquei maravilhado e pesquisei , cada grupo tinha uma historia e para não parar com tanta historia ….bolivia parabens …..

  111. Joao disse:

    Gosto muito da cultura Boliviana, e da língua espanho. Gostaria de saber se vocês tem alguma escola ou curso de espanhol para nos brasileiros.Ja estudei a muitos anos atrás e gostaria de voltar a falar.
    Desde já agradeço pela atenção.

  112. maria helena disse:

    Ola pessoal, que bom saber que tem esta feira aqui no Brasil, em Sao Paulo que maravilha, podermos conhecer um pouquinho desta cultura, entendo como uma troca . Vou conhecer amanha ,domingo dia dos pais, por acaso por ai tem Paella? Tomara que sim, estou desejosa desta iguaria. Ate breve.

  113. Mila disse:

    Olá, gostaria de saber se há algum expositor na feira que comercialize tecidos bolivianos. Gostaria de saber a possibilidade desse material ser enviado para meu endereço na Bahia. Aguardo retorno. Grata.

Deixe o seu comentário


Repórter Brasil

Trabalho Escravo

Referências

Sites