A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

MRV e empregadores ligados à política entram para a "lista suja"

Construtora MRV entrou no cadastro de empregadores que exploraram mão de obra escrava por conta de flagrantes ocorridos em Bauru (SP) e Americana (SP)

A construtora MRV, empresa do setor de construção de edifícios residenciais que obteve o maior lucro das Américas em 2011 segundo estudo recente da Economatica, foi incluída na "lista suja" do trabalho escravo. O cadastro mantido pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) vem sendo divulgado desde o final de 2003 e reúne empregadores flagrados pelo poder público na exploração de mão de obra em condições análogas à escravidão.

Com as 116*** inclusões efetivadas na atualização semestral desta terça-feira (31), a "lista suja" atingiu o número recorde de 398 nomes. Nove empregadores foram excluídos (oito deles em decorrência do vencimento do prazo de dois anos e do pagamento das multas, e um por conta de liminar obtida recentemente na Justiça) e dois reingressaram em decorrência da invalidação de instrumentos judiciais que os mantinham fora da relação.

A entrada da MRV se deve a duas fiscalizações que encontraram grupos de trabalhadores migrantes em condições de trabalho escravo contemporâneo em obras de condomínios no ano de 2011 – Parque Borghesi, na cidade de Bauru (SP), e Residencial Beach Park***, em Americana (SP). O Ministério Público do Trabalho (MPT) chegou a protocolar uma representação inédita há alguns meses para que a construtora, que lidera contratos do programa federal de habitação popular, Minha Casa Minha Vida, seja investigada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) por prática de dumping social.

Também entrou na "lista suja" a Prime Incorporações e Construções S/A, que faz parte do grupo econômico encabeçado pela MRV. Fiscalizações no setor de construção civil resultaram ainda em outras inclusões. A MSKE Construções e Serviços Ltda. entrou para a relação por conta de um flagrante em obras do Minha Casa Minha Vida, em São José do Rio Pardo (SP). E a Eplan Engenharia Planejamento e Eletricidade Ltda. passou a constar no cadastro em função da libertação de nove pessoas em frentes de trabalho de expansão do Programa Luz para Todos, em Guajará-Mirim (RO).

Entre os ingressantes, destacam-se nomes de empregadores ligados à esfera política, como o engenheiro René Pompêo de Pina, que foi secretário de infra-estrutura do Estado de Goiás e presidente do conselho da Celg Distribuição S/A, filiado ao PSDB, e o de Janete Gomes Riva, esposa do deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso, José Riva (PSD). O sobrinho do deputado federal Carlos Bezerra (PMDB/MT), Emanoel Gomes Bezerra Júnior, também aparece na "lista suja".

Nos próximos dias, a Repórter Brasil publicará mais matérias com mais informações e dados sobre a nova "lista suja" do trabalho escravo.

Inclusões e exclusões da "lista suja" do trabalho escravo
Entraram em 31/07/2012

A. B. (Antonio Barbosa) de Carvalho – 07.048.374/0001-26
Abimael Jesus Moreira – 617.714.301-68
Abner Jesus Moreira – 01.383.301/0001-04
Adalton Perez Varéa – 221.446.682-72
Adriano Carlos Piasseski – 811.083.549-04
Adriano Dale Laste – 944.302.099-87
Agenor Batista dos Santos – 050.037.683-20
Agropastoril Gaboardi Ltda – 79.249.082/0001-62
Agropecuária Ribeirópolis Ltda – 32.989.204/0002-74
Alcione Swinka Ferreira – 288.646.542-91
Alfredo Caiado Paranhos Filho – 708.565.321-34
Aloir Scariot  – 518.425.729-20
Amauri Salvador – 560.224.337-20
Antônio Alves da Silva – 438.062.522-20
Antonio Fernandes Camilo Filho – 263.193.146-72 
Antônio Gonçalves de Oliveira – 076.322.663-72
Antônio Javorski – 283.780.169-00
Antônio Vieira Fortaleza- 013.810.163-91
Arnoldo Fischer – 053.536.290-00
Berc Etanol e Agricultura Ltda – 09.064.447/0001-07
Brasdoor Agroflorestal Imp. e Exp. Ltda – 05.379.165/0001-30
Brasil Timber Ltda. – 05.423.988/0001-15
Bruce Barbosa Guerra – 865.125.284-68
Chaules Volban Pozzebon – 408.932.192-15
Darcy Piovesan – 127.086.589-72
Devanir Rodrigues Porto – 106.440.321-20
Ecomax Agroflorestal e Pecuária Ltda. (atual: Becchi Ind. e Com. de Imóveis Ltda.) – 
01.028.941/0001-04
Edson da Silva Rossi – 019.997.838-75
Edson Jorge Nogueira Paixão – 048.054.068-36
Edson Malaquias da Silva – 053.950.191-38
Edson Ragagnin- 868.743.491-04
Eliana Camara Biagioni – 325.549.666-72
Emanoel Gomes Bezerra Junior – 482.378.251-87
Eplan Engenharia Planejamento e Eletricidade Ltda. – 02.838.407/0005-41
Esperança Agropecuária e Indústria Ltda. – 06.385.934/0007-60
F. A. Dias de Freitas ME – 08.388.606/0001-58
F. V. de Araújo S/A-Madeiras Agricultura Ind. e Com. – 78.144.300/0001-31
Fazenda 5S – 00.500.085/3298-84 (CEI)
Fernando Henrique de Moura – 450.272.857-87
Fidelcino Andrade – 007.727.635-34
Francisco César Cavalcante – 043.684.646-21
Francisco Elder Marinho Araújo – 040.571.202-20
Garcias dos Santos – 012.353.371-62
Geraldo Aires de Souza Nunes – 380.409.131-87
Gerson Botelho de Frias – 359.295.102-53
Idércio Lemes do Prado – 088.484.321-15
Ilmar Santos da Silva – 357.594.535-72
Inácio Pereira Neves – 013.185.861-00
Ind. e Com. de Erva Mate Herança Nativa Ltda. – 01.737.480/0001-30
Ind. e Com. de Erva Mate Tiecher Ltda. – 07.972.739/0001-04
Ivam Rodrigues – 124.785.711-53
Janete Gomes Riva – 364.096.001-78
João Altair Caetano dos Santos – 368.413.239-04
João Arruda Construção e Mineração Ltda – 09.299.512/0001-75
João Batista Marques – 144.615.956-68
João Gouveia da Silva (espólio) – 030.976.504-82
Joaquim Gonçalves Rodrigues – 025.150.321-68
Jorge Gonçalves de Almeida – 041.161.366-97
José Correia Filho – 077.831.988-13
José Edinaldo Costa – 116.290.615-49
José Pedro de Lima (Pavimentadora São José) – 74.040.411/0001-47
José Ricardo Selmi Guiss – 125.666.648-38
Juciel Dias Correa – 429.889.186-00
Laci Dagmar Zoller Ribeiro -080.146.559-15
Laurélio Rogemar Kochenborger – 636.370.300-04
Lauro Tramontini – 006.061.011-52
Leandro Pilocelli – 781.704.191-15
Leão José Albuquerque Ferreira – 890.332.055-72
Lir Rufatto – 244.575.079-20
Locação de Máquinas e Construtora Primavera Ltda. ME – 09.298.249/0001-08
Luciano Aparecido Correia – 836.942.859-20
Luciene Cani – 005.396.287-78
Maicon Lima Rampelotti – 007.256.971-99
Manoel Diniz – 167.384.381-68
Marcelo Alves Costa – 074.707.488-73
Marcelo Krohling – 009.889.597-47
Marcelo Sampaio Corrêa – 796.283.621-00
Márcio Adriano Pereira da Silva – 822.613.851-53
Márcio Henrique Marcondes Lários – 079.014.478-69
Marcos César Jordão – 138.786.688-56
Marcos de Moura Henrique – 564.044.096-15
Marcos Kuhn Adames – 383.805.360-53
Marcos Roberto Pereira da Silva – 849.174.826-15
Maria Aparecida Barbosa Zamproni – 173.561.569-20
Marilene Camargo e Cia. Ltda. EPP – 05.529.245/0001-24
Mauro Nascimento dos Santos Barros (espólio) – 440.100.795-68
MKSE Construções e Serviços Ltda. – 01.916.908/0001-02
MRV Engenharia e Participações S.A. – 08.343.492.0005-53
08.343.492/0004-72***
Nantes Lenhadora Ltda. ME – 07.194.268/0001-50
Nestor Hermes – 208.484.390-15
Nilton Batista Ribeiro – 603.067.185-53
Oliveira Ferreira Barbosa – 022.501.609-53
Onério Castanha – 221.926.388-68
Parra & Cia Ltda. – 79.890.737/0001-87
Paulo Davit Baldo – 199.997.390-91
Prime Incorporações e Construções S/A – 00.409.834/0003-17
Procopiak Florestal Ltda. – 83.244.053/0001-85
René Pompêo de Pina – 004.546.211-91
Rudimar Piccini – 600.849.950-68
Santo Antônio Agrícola S.A. – 24.453.136/0002-04
Sebastião Gardingo – 153.207.906-00
Sebastião Otaviano Marques – 042.088.541-20
Sebastião Ribeiro do Prado – 488.622.826-72
Silvino Santana Araujo – 104.029.528-20
Sílvio da Silva – 868.043.911-87
Takao Hamano – 237.535.449-49
Usina Cruangi S/A – 11.809.134/0001-74
Valdir Sperotto – 213.401.619-15
Valorem Ind. Com. de Madeiras e Assess. Florestal Ltda.- 96.192.141/0001-22
Volnei Modesto Diniz – 136.905.741-53
W. S. A. Madeireira Ltda. ME – 08.817.485/0001-12
Waldemar Vilhena – 059.267.506-87
Walmir de Souza – 436.527.789-87
Yong Gul Kim – 063.404.058-86
 
Zenir B. Savi -10.209.990/0001-26

Saíram em 31/07/2012

Alberto de Deus Guerra – 036.936.356-68
Antônio Carlos Françolin*** – 627.916.998-72
Gilberto Andrade – 032.316.072-72
Joaquim Faria Daflon – 004.501.706-91
José Carlos de Souza Barbeiro – 041.188.988-53
José Maurício dos Santos ME – 07.041.102/0001-02
Móveis Rueckl Ltda – 85.907.012/0001-57
Waldir Batista Rios – 061.456.631-20 

Saiu em 31/07/2012

Gilmar Toniolli* – 475.888.700-44

Retornaram em 31/07/2012

Antônio Luiz Fuchter** – 138.445.129-34
Olavo Demari Webber** – 213.734.340-15

*Excluído por liminar judicial
**Reinserido por queda de liminar judicial
***Matéria atualizada às 10h20 de quarta-feira (1°), após correção de dados


Apoie a Repórter Brasil

saiba como

5 Comments

  1. Caso ocorre em São Paulo, onde o Sindicato da área da construção civil, atua firme, então representante da classe de trabalhdores, levou $$$ para ficar com a boca fechada!

    Reply
  2. Ainda bem que temos um Ministério Público do Trabalho atuante, pois o Ministério do Trabalho, orgão responsável pela fiscalização das condições de trabalho do trabalhador brasileiro, não existe mais,pois, tornou-se um orgão corrupto e inútil sob o comando dos atuais governantes deste país. Parabéns ao MPT.

    Reply
  3. isso é uma vergoha,

    Reply
  4. Inda bem que temos o MP por nós essas empresas ganham muito dinheiro ,no Brasil.tem que respeitar mais nossos trabalhadores.

    Reply
  5. A valorem tortura trabalhadores que não cumprem metas

    Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. STJ determina retirada de MRV da “lista suja” » Repórter Brasil - [...] por causa de um flagrante de escravidão na construção de um condomínio em Curitiba em 2011. Na primeira vez…
  2. Organizações repudiam nomeação de “lista suja” para o governo » Repórter Brasil - [...] de repúdio à nomeação de Janete Riva como secretária estadual de Cultura. Seu nome consta, desde julho do ano…
  3. Organizações repudiam nomeação de “lista suja” para o governo | Onim | Good ideas for you! - [...] de repúdio à nomeação de Janete Riva como secretária estadual de Cultura. Seu nome consta, desde julho do ano passado,…
  4. Organizações repudiam nomeação de “lista suja” para o governo | Sindicato dos Mecânicos - [...] nota de repúdio à nomeação de Janete Riva como secretária estadual de Cultura. Seu nome consta,desde julho do ano…
  5. Seis trabalhadores são resgatados em obra da MRV em MG » Repórter Brasil - [...] do trabalho escravo em nova atualização MRV consegue no STJ exclusão de “lista suja” MRV e empregadores ligados à…
  6. MRV é condenada a pagar R$ 6,7 milhões por infrações trabalhistas e escravidão » Repórter Brasil - […] do “Minha Casa, Minha Vida”, MRV Engenharia consegue via STJ sair da “lista suja” MRV e empregadores ligados à…
  7. MPF dá parecer contrário e MRV pode voltar para a ‘lista suja’ do trabalho escravo » Repórter Brasil - […] (veja quadro ao lado) e incluída na “lista suja” em duas ocasiões diferentes, uma no ano passado e uma…
  8. Portal RR4 - […] desde 2011 (veja quadro ao lado) e incluída na “lista suja” em duas ocasiões diferentes, uma no ano passado e uma este…
  9. Pela quinta vez, fiscais apontam trabalho escravo em obra da MRV » Repórter Brasil - […] conta de dois dos flagrantes, a MRV chegou a ser incluída na chamada “lista suja do trabalho escravo”, listagem…
  10. Combate Racismo Ambiental » Pela quinta vez, fiscais apontam trabalho escravo em obra da MRV - […] conta de dois dos flagrantes, a MRV chegou a ser incluída na chamada “lista suja do trabalho escravo”, listagem…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *