A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

Megaoperação flagra trabalho escravo e infantil em carvoarias em São Paulo

Fiscalização encontra 19 pessoas submetidas a condições análogas às de escravos e sete crianças vítimas de trabalho infantil no interior do Estado

Piracaia (SP) – Quatro equipes compostas por auditores fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego, procuradores do Ministério Público do Trabalho, mais de 100 agentes da Polícia Rodoviária Federal, técnicos do Instituto Florestal, representantes da Advocacia Geral da União e da Justiça do Trabalho realizaram nesta terça-feira, 21, uma megaoperação de fiscalização em carvoarias no interior de São Paulo, a cerca de 90 km da capital. Além de infrações ambientais, as autoridades flagraram também trabalho escravo e infantil na produção de carvão que abastece supermercados e churrascarias da capital e de cidades do Estado.

WP_20140121_14_18_45_Pro

Fornos em que trabalhadores passavam o dia sem botas, luvas ou qualquer equipamento de proteção. Foto: Stefano Wrobleski

Segundo o primeiro balanço parcial da fiscalização, foram identificados 19 casos de exploração de trabalho escravo e dois de trabalho infantil em Piracaia (SP), além de quatro casos de trabalho infantil em Joanópolis (SP) e um em Pedra Bela (SP). Entre os problemas encontrados pelas equipes estão as condições degradantes a que os trabalhadores estavam submetidos, alguns dormindo em meio ao pó do carvão, sem acesso à água potável, banheiro ou qualquer equipamento de proteção mesmo trabalhando em ambientes com altíssima temperatura.

Nos próximos dias, a investigação sobre as cadeias de produção e problemas sociais e ambientais identificados será aprofundada, com responsabilização dos envolvidos.

A Repórter Brasil seguirá acompanhando e noticiando o caso.

Leia também:
Carvoarias representam um quinto das inclusões na ‘lista suja’ do trabalho escravo
Estudo denuncia como indústria de ferro e aço lucra com escravidão e desmatamento
Crianças produziam carvão com restos em lixão
Duas carvoarias são flagradas com trabalho escravo em Goiás

 


Apoie a Repórter Brasil

saiba como

3 Comments

  1. É inacreditável que ainda exista este tipo de infração no pais.Por que os nossos políticos não criam uma lei capaz de eliminar este problema de uma vez?.Não disseram que onde fosse encontrado esta vergonha,seria confiscada a terra para reforma agrária?,quantos equitares já foram confiscados?.Assim como este muitos outros problemas poderiam ser sanados se os políticos que cuidam de nossa nação fossem todos sinceros e não participassem do mesmo erro. É uma vergonha.

    Reply
  2. Bem, tenho que concordar com as pessoas que dizem que o Estatuto do menor e do adolescente só serve para proteger os menores infratores, tenho vergonha dos governantes deste país.

    Reply
  3. Eu acho que menores por serem filhos de POBRES, como também fui…porque hoje meus Paes já Faleceram. Crianças pobres também precisam comer e ajudar a seus Paes. O que é preciso que façam pra essas crianças é que sejam protegidas dos perigos, que esses serviços a elas oferecidos , não façam com que corram perigos isso sim. É lamentável que proíbam crianças de Pobres de Trabalhar e ajudar seus Paes no sustento da Família, ENQUANTO QUE CRIANÇAS, (((TAMBÉM MENORES))) SÓ PORQUE SÃO, FILHOS DE RICOS E FAMOSOS))). Trabalham na TELEVISÃO GANHANDO FORTUNAS. (Vejam essa da Novela JOIA RARA, Aquela Nojenta do Programa Silvio Santos e MUITAS OUTRAS CRIANÇAS que trabalham como Artista na s Novelas. GEEENTE,,,IA ME ESQUECENDO O FILMINHO DA ALINE E DO CESAR , da Novela das Nove. Que ABSURRRDO…nem bem saiu do útero, já é artista. Que Paes sem amor a SEUS Filhos que são os ARTISTAS. Os filhos Nem bem acabam de nacer, já estão sustentando os Paes. O Dinheiro que seus Filhos GANHAM ….é Dinheiro da VERGONHA PARA UM PAE.(((Srs. Autoridades…coloquem os filhos de nossos Pobres também Na TV. Como Artistas e Não os Artistas irem atrás deles nos Serviços, para decorarem o que eles fazem ou as dificuldades que eles passam e depois GANHAREM AS CUSTA DELES SEM AO MENOS DAREM A ESSES POBRES UM GORJETA DO DINHEIRÃO QUE GANHARAM AS CUSTAS DOS SOFRIMENTOS DELES……Infelizmente : As crianças menores que trabalham na Televisão também tem que parar de Trabalhar. Tô certa ou não TÔ…Sr. JUIZ DA PRIMEIRA VARA DA INFÂNCIA SÃO m
    enores ou NÃO? (PENSE NISSO).

    Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Trabalho escravo e infantil em carvoarias em São Paulo | Sinfrajupe - […] Por Igor Ojeda e Stefano Wrobleski, em Repórter Brasil […]
  2. Trabalho escravo infantil foi flagrado em Piracaia, São Paulo | Familia sem conflito - […] Leia a matéria: http://reporterbrasil.org.br/2014/01/megaoperacao-flagra-trabalho-escravo-e-infantil-em-carvoarias-n… […]
  3. Paulistano usa carvão feito com trabalho escravo e infantil » Repórter Brasil - […] acontece a apenas cem quilômetros da capital. Uma megaoperação de fiscalização realizada nos dias 21 e 22 de janeiro…
  4. São Paulo usa carvão feito com trabalho escravo e infantil « Blog da Ligia Deslandes - […] acontece a apenas cem quilômetros da capital. Uma megaoperação de fiscalização realizada nos dias 21 e 22 de janeiro nos municípios…
  5. Paulistano, sem saber, usa carvão feito com trabalho escravo e infantil | Palavra Aberta - […] acontece a apenas cem quilômetros da capital. Uma megaoperação de fiscalização realizada nos dias 21 e 22 de janeiro nos municípios…
  6. Paulistano usa carvão feito com trabalho escravo e infantil | Áfricas - Notícia minuto a minuto - […] da capital. Uma megaoperação de fiscalização realizada nos dias 21 e 22 de janeiro nos municípios paulistas de Piracaia,…
  7. Haitianos são escravizados no Brasil | Blog do dcvitti - […] Megaoperação flagra trabalho escravo e infantil em carvoarias: Fiscalização encontra 19 pessoas submetidas a condições análogas às de escravos e…
  8. Combate Racismo Ambiental » Paulistano usa carvão feito com trabalho escravo e infantil - […] acontece a apenas cem quilômetros da capital. Uma megaoperação de fiscalização realizada nos dias 21 e 22 de janeiro nos municípios…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *