Com apenas R$ 9,00 por mês, você ajuda a combater o trabalho escravo no Brasil

O que você faz com R$ 9,00 por mês?

Compra um misto quente? Adquire um xampu? Não paga nem três passagens de ônibus em São Paulo?

Ou ajuda a combater o trabalho escravo e a defender os direitos humanos no Brasil?

Nos últimos 20 anos, mais de 47 mil pessoas foram libertadas do trabalho escravo em fazendas, carvoarias, oficinas de costura e canteiros de obras espalhados pelo país.

Para que essa violação aos direitos humanos cesse é necessário, antes de mais nada, informação de qualidade. Reportagens que mostrem onde o problema está, investigações que desvendem quem ganha com ele, análises que indiquem como resolvê-lo.

As informações da Repórter Brasil são usadas, há 14 anos, pelo poder público, o setor empresarial e a sociedade civil como instrumentos de combate a esse crime e na promoção da dignidade de milhões de brasileiros.

O problema é que é mais fácil um empresário que superexplora trabalhadores ter acesso a crédito público do que reportagens que tratam do tema conseguirem se financiar. Daí, a importância de uma campanha de assinaturas como essa.

Ajude a combater o trabalho escravo! Torne-se um assinante da Repórter Brasil!

Com apenas R$ 9,00, que serão descontados automaticamente todo o mês do seu cartão de crédito, você vai ajudar a Repórter Brasil a continuar produzindo conteúdo totalmente aberto, gratuito e de qualidade sobre a escravidão contemporânea no Brasil.

Todos os apoiadores receberão, ao final de cada ano de sua contribuição, um relatório digital mostrando como a Repórter Brasil aplicou o seu dinheiro, e um balanço feito por uma empresa independente de auditoria.

Acredite na liberdade e na dignidade. Ajude a mudar o Brasil. Assine já!

Para cancelar assinaturas: Uma vez logado ao PagSeguro, acesse “Minha Conta”, depois “Assinaturas e clique no pequeno botão “Cancelar assinatura” que existe na mesma linha do título “Repórter Brasil”, localizado à direita da tela. Então, confirme a solicitação após pressionar o link.